Programa Cidades e Condomínios recebe Gilvan Máximo, secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do GDF, e a deputada federal, Alê Silva


 
Hoje é dia de Cidades e Condomínios. A 5º temporada do Programa Cidades e Condomínios do DF, apresentado pelo jornalista Paulo Melo, está repleta de novidades. O programa recebe nesta quarta-feira, 07 de julho,  Gilvan Máximo, secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do GDF, e a deputada federal, Alê Silva. O programa vai ao ar às 18h na TVCOMDF, canal 12 da NET e nos canais do Facebook e Youtube



O programa tem o slogan – a união entre as cidades e os condomínios. "O projeto do programa Cidades & Condomínios é mais um braço da nossa campanha de fortalecimento da comunicação das cidades e dos condomínios com os seus moradores", comenta Paulo Melo.

Apresentado com muita descontração, o programa recebe personalidades das cidades e dos condomínios de todo o Brasil, com debate regado ao bom entretenimento do telejornalismo, que recebe lideranças, síndicos, empresários, especialistas e políticos, falando sobre o trabalho em cidades, condomínios, gestão, legislação, manutenção, responsabilidade social e política.

Os convidados do programa de hoje são:  Gilvan Máximo, secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do GDF .  Natural de Rubiataba (GO), Gilvan tem 49 anos e já nasceu com espírito de liderança. Sua família tinha um Armazém, que era bem frequentado por líderes sociais e religiosos. Dali nasceu a sua paixão pela política. "Aos 14 anos eu já tinha uma veia empreendedora, um comércio com o meu irmão e uma conta bancária onde cuidava das finanças da família", relembra Gilvan. Ele era tão visionário, que no comércio onde atuava com o seu irmão e a sua mãe, buscava o pizzaiolo, em Goiânia, aos finais de semana para fazer pizzas em sua cidade Rubiataba. "Era um encontro muito produtivo com familiares e empresários da cidade, isso fortaleceu laços", destaca. Um início promissor que veio também com um dos momentos mais difíceis da sua vida. A perda da sua mãe. Ele conta que presenciou a sua mãe morrer de um infarto fulminante aos 48 anos. "Foi o pior momento da minha vida. Fiquei até os 20 anos tentando achar uma explicação, pois ela era muito religiosa", emociona-se. Então, logo recebeu o convite do seu cunhado Demar de Castro para morar em Brasília. Gilvan vendeu uma casa que tinha em Goiânia e foi explorar a Capital, começou trabalhando com produtos médicos hospitalares. No mesmo período  conheceu sua amada Miranda aos 23 anos e, logo se casou com 24 anos. Ele e Miranda, uma mulher forte, guerreira e determinada como Gilvan, começaram uma nova trajetória. Atuavam na joalheria Miranda Castro e depois fundaram uma construtora, desenvolvendo empreendimentos frutos de muito trabalho. Por meio da sua amada Miranda, ele teve um encontro impactante com Deus e tornou-se evangélico. Depois de 10 anos de matrimônio, veio o grande milagre na vida do casal, o nascimento da filha Sophia. "Foi a maior benção da minha vida", alegra-se Gilvan.

Em 2011, foi convidado por Marconi Perillo para ser secretário do Entorno de Goiás. Nessa missão fez muitas benfeitorias para o estado, destacando-se a  forte atuação no combate à violência do Entorno; passeatas consideradas como Baixada Fluminense de Goiás; redução do número de homicídios com as blitz de polícias coordenadas pela Secretaria de Estado do Entorno pelo Estado de Goiás. Em 2015 assumiu a Goiás Parcerias, pasta responsável pelas PPS – Parceria Pública Privada. De 2019 a 2021, foi o presidente do Consecti – Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de CT&I, comandando os secretários de todo o Brasil. Desde 2018, a convite do governador Ibaneis Rocha,  é secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do DF. Agora, um dos seus objetivos é tornar Brasília a primeira cidade inteligente da América Latina. Apesar de sempre está envolvido com grandes responsabilidades e missões, Gilvan valoriza as coisas simples e um dos seus maiores prazeres nas horas vagas é estar com a família, principalmente suas paixões – Miranda e Sophia – com os amigos e também de saborear um bom frango caipira da panela amarela e uma carne de porco na lata.

Alê Silva entrou na política em 2018, faltando apenas dois dias para encerrar o prazo de filiação para concorrer ao pleito eleitoral e conquistou o respeito dos eleitores por colocar em prática aquilo que ela sempre desejou que os políticos fizessem: ser verdadeiros e transparentes. "Eu já tive algumas fases na minha vida, e uma delas era não gostar de política. Porém, com o advento da internet, comecei a avaliar alguns perfis políticos de direita, conservadores e me identifiquei com eles. Na verdade, descobri que não gostava é de politicagem e de politiqueiros e me reconheci como uma ativista política", conta a parlamentar mineira, que estreou na política ocupando uma vaga no Congresso Nacional.

A deputada federal Alê Silva foi eleita com 48.043 votos nas eleições gerais de 7 de outubro de 2018. Com mandato válido até 2022, hoje ela é a legítima representante do povo mineiro na Câmara dos Deputados, em Brasília.

Seu posicionamento firme e a forma aguerrida de fiscalizar constantemente a aplicação dos recursos fazem com que Alê Silva sofra ataques nas redes sociais. Para a deputada federal, se não fosse assim, o trabalho não estaria surtindo nenhum tipo de efeito.

#Cidades
#Condomínios