Batendo recordes de audiência, o remake da novela Pantanal (Rede Globo) tem trazido um debate importante sobre a continuidade dos negócios quando é hora do pai escolher seu sucessor. Na trama, o personagem Zé Leôncio construiu um império. O patrimônio do fazendeiro reúne sete propriedades, muito gado de corte e leite, avião particular, mas a dúvida sobre quem vai assumir os negócios o atormenta.

Na novela, o “rei do gado”, que é pai de três filhos, tem a preferência de deixar os negócios para o filho Joventino. Ele foi o único que estudou e tem capacidade para gerir, mas seus princípios em defesa dos animais não o deixam confortável para dar continuidade na operação atual das empresas do pai.

Segundo Eduardo Valério, especialista em governança corporativa e CEO da GoNext Governança e Sucessão, o herdeiro que vai encarar o processo de sucessão precisa reunir uma série de quesitos para dar longevidade à empresa. “Iniciar o processo sucessório com bastante antecedência é o ideal. É um trabalho que se constrói devagar, que precisa ser maturado em conjunto entre sucessor, sucedido e todo o ambiente empresarial, para que a transição de legado ocorra de forma eficaz”, pontua o especialista.

Valério explica que, neste caso, um conselho de herdeiros e sucessores proporcionaria o conhecimento necessário sobre os negócios da família, e também o entendimento e alinhamento de propósitos, direitos, responsabilidades e papéis na família empresária.

Inovação

O personagem Joventino vai propor ao pai uma forma mais sustentável de manejo do gado. “Além da sucessão, neste exemplo, temos também a inovação. O que o personagem propõe ao pai é a implantação de mais valor aos negócios da família. A governança vai direcionar e monitorar esta transição para que os negócios sigam conforme o planejamento estratégico, e quando saírem do planejado, saber tomar as medidas adequadas no momento certo”, explica Eduardo Valério.

Conheça as dez principais características que o herdeiro deve ter para conquistar o sucesso nos negócios da família:

1 - Competência técnica: ter as atribuições de gerenciamento e a macro visão da gestão do negócio.  

2 - Inteligência emocional: manter o distanciamento emocional das tomadas de decisão da empresa.

3 - Liderança: saber conduzir equipes e liderar pessoas com o propósito de resultados.

4 - Gestão de pessoas e de conflitos: gerir pessoas e eventuais conflitos com foco nos resultados da empresa sem desrespeitar as necessidades dos colaboradores.

5 - Comprometimento: estar alinhado com a missão e visão da organização.

6 - Criatividade: ter atitude visionária diante do mercado.

7 - Saber correr riscos calculados: saber o momento de ousar diante das exigências do público e mercado.

8 - Espírito empreendedor: conseguir empreender novas formas de ações diante de crises ou no lançamento de novos produtos e serviços fará a diferença.

9 - Foco: alcançar metas e objetivos conforme planejamentos resultará numa boa gestão.

10 - Comunicação eficiente: essa é uma das bases para ser um bom gestor. Saber ouvir também é característica de um executivo de sucesso.

 

Sobre a GoNext Governança & Sucessão: consultoria especializada na implantação do sistema de governança corporativa e sucessão em empresas familiares. Fundada em 2010, atua com metodologia exclusiva para a profissionalização, elaborada a partir da experiência adquirida em aproximadamente 200 projetos atendidos no Brasil e nos EUA. A equipe de consultores desenvolve planejamento personalizado, de forma integrada aos objetivos e necessidades de cada cliente. A GoNext foi fundada pelo CEO Eduardo José Valério, com mais de 25 anos de experiência como executivo, tendo atuado como C-Level de grandes companhias brasileiras. https://gonext.com.br/  

 

Empreendimento possui acabamento diferenciado de imóveis do segmento econômico
Crédito: R.R. Rufino

Região Norte de Londrina (PR) vem recebendo investimentos constantes e novos empreendimentos do Programa Casa Verde Amarela

Um dos grandes desafios do Brasil ainda é diminuir o déficit habitacional. Por isso, o governo federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), realiza constantemente uma série de ações, como aumentar o valor do subsídio, diminuir a taxa de juros ou ampliar o teto do crédito para que mais pessoas consigam financiar imóveis pelo Programa Casa Verde Amarela (PCVA). O objetivo é facilitar a aquisição da casa própria e aumentar o número de moradias entregues. De acordo com o MDR, no primeiro quadrimestre deste ano, cerca de 100 mil unidades habitacionais foram contratadas por pessoas físicas. Com o aumento recente de subsídios, a meta é chegar a 400 mil até o fim do ano - 50 mil a mais que em 2021.

No que depender de Londrina, a meta será atingida, graças aos convênios estabelecidos com as construtoras. Nos últimos anos, todas as regiões da cidade têm crescido, porém, a Região Norte, nos arredores da Avenida Saul Elkind, é uma das localidades que mais continuam atraindo empreendimentos residenciais econômicos. Em breve, a região contará com a entrega do Real Park, um empreendimento da Yticon, construtora do Grupo A.Yoshii. A novidade contempla 12 torres, num total de 384 apartamentos cadastrados no Programa Casa Verde e Amarela (PCVA). No condomínio, localizado atrás do Terminal Urbano Vivi Xavier, os novos moradores terão acesso a uma ampla rede de serviços, como mercados, farmácias, bancos, escolas, hospitais e lojas de outros segmentos.

Um dos destaques desses apartamentos econômicos é a aplicação de soluções de tecnologia na construção civil que diminuem custos da obra e aumentam o valor agregado do imóvel. No Real Park, por exemplo, todos os apartamentos, que possuem 45 metros quadrados de área privativa, terão sacada. Além disso, as unidades estão sendo entregues com piso laminado nos quartos e salas, assim como janelas de alumínio com venezianas nos quartos, louças e metais nos banheiros, pontos de iluminação com acabamento, portas com borracha amortecedora, azulejo até o teto no box do banheiro e uma vaga de garagem.

O empreendimento conta, ainda, com área de lazer que possui piscinas adulto e infantil, quadra esportiva, salão de festas, churrasqueiras e playground. “Nossos empreendimentos econômicos são conhecidos por esses diferenciais de bem-estar e, também, pelo acabamento na construção, outro grande diferencial no segmento”, ressalta o gerente da unidade Londrina da Yticon, Bruno Catarino.

Segundo ele, os projetos atuais da construtora visam, cada vez mais, gerar experiências de viver bem e de conforto, além de promover praticidade no dia a dia e economia de gastos. “As pessoas estão mais exigentes quanto ao morar bem e, por isso, não abrem mão de quesitos como área de lazer e itens de economia compartilhada - um novo conceito de moradia que inclui espaços e itens para uso comum”, acrescenta. Esse conceito, muito conhecido em grandes capitais, promove a otimização dos espaços e economia considerável de gastos do condomínio. Outro atrativo é que os empreendimentos da construtora conveniados ao PCVA possuem entrada parcelada, Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) e registro grátis, além de garantia de entrega no prazo com o Patrimônio de Afetação.

Tecnologia na construção

Para que tudo isso fosse possível, foi preciso investir em tecnologia e sustentabilidade em todas as etapas. De acordo com o engenheiro responsável pela obra, Maurício Carneiro de Almeida, itens como parede de concreto e pintura elastomérica (que melhora a qualidade da pintura externa e tem maior durabilidade), além do uso de energia solar, estão entre as principais inovações da construtora nessa linha de produto.

Aliás, a preocupação com o meio ambiente é algo cada vez mais presente nos projetos do PCVA. “Também instalamos um sistema de reaproveitamento e reuso de água de chuva, que, após filtrada, é utilizada nas torneiras para lavar calçadas e regar as plantas do jardim. Isso reduz o consumo, a quantidade de água de chuva que vai para as galerias e contribui para o meio ambiente, com menor uso de água tratada. Sem contar a economia financeira gerada”, detalha o engenheiro.

Ele destaca, também, o uso de esquadrias com quatro folhas, que melhoram a acústica e a iluminação, as borrachas anti-impacto nas portas, a pintura dos telhados para melhorar o conforto térmico dos apartamentos localizados no último andar, o uso de piso emborrachado no playground, o botão de segurança que desativa a bomba da piscina em caso de acidente, a trava mecânica no portão de entrada da piscina (evitando que crianças entrem sozinhas na área) e o quadro sinóptico para automação da iluminação externa, que é totalmente equipada com lâmpadas de LED, mais econômicas. “Todos esses itens aumentam o valor agregado do imóvel, pois são elementos que reforçam a qualidade, o conforto e a segurança de todo o condomínio”, finaliza Almeida.

 

Sobre a Yticon Construção e Incorporação

A Yticon é uma construtora e incorporadora que atua há mais de doze anos nas cidades de Londrina, Maringá e Cambé, no Paraná, e Presidente Prudente, em São Paulo. A empresa do Grupo A.Yoshii desenvolve empreendimentos econômicos, localizados em regiões de potencial valorização, especialmente para quem quer conquistar o primeiro imóvel. A Yticon já construiu mais de 5 mil unidades, todas entregues rigorosamente no prazo, somando mais de 500 mil metros quadrados de área construída. Mais informações: www.yticon.com.br.

Sobre o Grupo A.Yoshii

Fundado há mais de 55 anos, o Grupo A.Yoshii já construiu mais de 2 milhões de metros quadrados do Sul ao Nordeste do Brasil, entre obras industriais, edifícios corporativos e residenciais, escolas, universidades, teatros e centros esportivos. É composto pela A.Yoshii Engenharia, com sólida atuação em construções de edifícios residenciais e comerciais de alto padrão em Londrina, Maringá, Curitiba e Campinas; pela Yticon Construção e Incorporação, que realiza empreendimentos econômicos, localizados em regiões de potencial valorização em municípios do Paraná; e pelo Instituto A.Yoshii, voltado para a inserção social e a democratização cultural. Além disso, atua em Obras Corporativas, atendendo grandes corporações em suas plantas industriais, nos mais variados segmentos da economia, como papel e celulose, alimentício, químico, agronegócio, energia, assim como usinas sucroalcooleiras, centros logísticos, plantas automobilísticas, entre outros. Mais informações: www.ayoshii.com.br.

CLIQUE AQUI E VEJA MINA CASA, MINHA VIDA VALPARAISO

Tecnologia do Blogger.